Comitê do Lago Guaíba discute hidrovia da CMPC

O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Lago Guaíba se reuniu, extraordinariamente, para conhecer o processo de Licenciamento Ambiental para “Dragagem de manutenção da hidrovia da CMPC”.

A reunião foi realizada nas dependências da indústria, em Guaíba.

A coordenadora-presidente da MIRA-SERRA, em função de óbice ao comparecimento da conselheira titular pela entidade, esteve presente.

A representante da MIRA-SERRA fez questionamento referente ao monitoramento do plancton versus medidas a serem adotadas no caso de alterações.

Além disto, ressaltou que um impacto positivo é a redução de atropelamentos da fauna nas rodovias em função do uso da hidrovia a ser dragada.

Por outro lado, após as mais de 400 coletas realizadas no estudo, perguntou quais seriam os impactos previstos na cadeia trófica aquática, como em vertebrados.

Entre as dúvidas que necessitam de maior atenção, também está a da ausência de metais pesados nas amostragens do substrato a ser dragado.