CONAMA- reunião de junho

No dia 21/6/2017, as ONGs eleitas para o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), estiveram reunidas para avaliar solicitações de ingresso ao Cadastro Nacional de Entidades  Ambientalistas. Além desta tarefa, discutiram assuntos internos, bem como recepcionaram o Secretrário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental – Edson Duarte.

Na agenda do mesmo dia, participaram da reunião pré-CONAMA.

 

Na plenária do CONAMA (22/06/2017), a presidente da MIRA-SERRA utilizando o espaço Tribuna Livre, alertou:

Mais um dia da Mata Atlântica se passou (28/5), assim como mais um ano sem que tivéssemos a implementação do Fundo Nacional de Restauração deste bioma – criado por Lei em 2006. Mais um ano sem que o mapa dos biomas IBGE 2004 fosse compatibilizando com o mapa de aplicação da Lei da Mata Atlântica IBGE 2008. ..mais um ano sem avanços ambientais significativos mas com aumento do desmatamento.

Enquanto a sociedade civil valoriza o ambiente natural protegido, e se esforça em perpetuar propriedades como UCS … (e aqui mencionou o fórum Nacional de RPPNS que a acontecerá em Brasília nos dias 29 e 30, promovido pelo ICMBio com apoio da CNRPPN) …vemos as manobras daqueles que deveriam zelar pelo bem comum do povo para reduzir as UCs Públicas e para dificultar a criação de novas. Neste contexto, a RMA em defesa das UCs, vem externar repúdio ao uso indevido e ilegal de MPs e à proposta do governo de perpetrar mais uma agressão às áreas protegidas com o envio de PL conforme anunciado pelo ministro Sarney.

A plenária aprovou a Resolução CONAMA que “reconhece a revogação das resoluções discriminadas neste ato” (Grupo Assessor – Impacto da Legislação Superveniente sobre Resoluções CONAMA / Processo: 02000.000996/2016-54).

Duas outras propostas para novas Resoluções tiveram pedido de vista e sairam da pauta do dia.

A reunião foi encerrada após os relatos previstos na convocação.

Veja mais em: http://www.mma.gov.br/port/conama/reuniao/dir1782/Pauta_125aRO.pdf

 

 

 

 

 

    

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *