SEMANA DA MATA ATLÂNTICA EM SÃO PAULO

Enquanto pensamos o que fazer com o decreto Federal que descaracteriza o CONAMA, a MIRA-SERRA participa da Semana da Mata Atlântica, em São Paulo. Em 28/5, aconteceu o“Encontro Nacional sobre Políticas Públicas e Proteção das Florestas Brasileiras” , na Câmara Municipal de SãoPaulo. A coordenadora-presidente da MIRA-SERRA fez duas intervenções: Uma relativa às Unidades de Conservação, citando o que vem acontecendo nos Parques Nacionais Aparados da Serra e SerraGeral. E, a segunda, sobre a supressão dos conselhos de apoio/ formulação de políticas públicas que extinguem a participação social.Na noite, houve sessão solene com a Outorga do Título de Cidadão Paulistano ao Dr. José Pedro de Oliveira Costa. O segundo dia (29/5) de atividades na Semana da Mata Atlântica, em São Paulo, foi bem movimentado. Pela manhã, o emocionante documentário sobte o povo Krenak, seguido das falas de Heloisa Dias e de Ailton Krenak. Na oportunidade, a coordenadora-presidente da MIRA-SERRAsolicitou informações para levar o documentário e o depoimento de Ailton Krenak ao Rio Grande do Sul, considerando a experiência que tiveram com o desastre em Mariana/MG e frente aos megaprojetosde mineração em avaliação no estado do sul. À tarde, assembleias da Rede de ONGs da Mata Atlântica aclamado como representante da região Sul no Conselho de Coordenação, junto com a Mater Natura. Paralelamente, ocorreu a reunião do Bureau da Reserva daBiosfera da Mata Atlântica e Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.
A representante da MIRA-SERRA, aproveitou o ensejo para coletar subscrições à representação, capitaneada pelo PROAM, contra o desmonte do CONAMA. No terceiro dia de atividades da Semana da Mata Atlântica, em São Paulo, várias palestras e mais tempo para “atualizar” as amizades. De noite, e à parte do evento, encontro com outros parceirosambientalistas, com pauta focada no desmonte do CONAMA .