Entidades pedem averiguação de improbidade administrativa do ministro do Meio Ambiente

MIRA-SERRA integra as subscrições nesta representação, liderada pelo PROAM (SP). 
A presidente da MIRA-SERRA, que é membro da APEDeMA-RS, fala no estado de omissão que leva ao caos:

“Para a bióloga Lisiane Becker, membro da associação de entidades Apedema do Rio Grande do Sul, “se continuar este estado de omissão, há risco de a situação sair definitivamente de controle e a Amazônia mergulhar no caos”.

“Na nossa interpretação, o governo foi omisso, deixou de agir para conter a devastação sem acionar a fiscalização”, afirma Carlos Bocuhy, presidente do Proam. “Isso causou prejuízos não só ao meio ambiente, mas também às comunidades indígenas que dependem da floresta para sua sobrevivência”, diz.

LEIA A ÍNTEGRA DA MATÉRIA:

https://pagina22.com.br/…/entidades-de-todo-o-pais-pedem-a…/